É difícil dizer o que veio primeiro. Se foi a fotografia – ou se foi a arquitetura. Fato é que as atividades se exercitam e se inspiram mutuamente, cruzando o meu caminho de paixões e de profissões. Minha formação acadêmica é em arquitetura, mas encontro na fotografia um equilíbrio de construir imagens de forma artística. Tudo se baseia na composição, na organização e na formatação de idéias e possíveis identidades. Para mim, fotografar é construir algo. E construir, na arquitetura, se tornou um exercício de composição através da fotografia.

.

Fotografo tudo que está ao meu alcance, onde as imagens tomam formas a partir de possíveis histórias e cenários previamente estudados em equipe. Trabalho com fotografia de moda, arquitetura e eventos de uma maneira geral. Porém sempre levo a vida aberta com caminhos e possibilidades que se abrem através de convites que sempre me desafiam.